soluções em segurança para condomínios portaria remota

Conheça mais sobre a Folk Portaria Remota e as soluções oferecidas

Segurança no condomínio é um assunto muito sério.

Vamos falar a verdade: quem não gostaria de morar bem, com todas as facilidades que um condomínio proporciona?

A busca por viver de forma mais segura fez com que boa parte da população, especialmente das grandes cidades, optasse por morar em condomínios.  

Todavia, o condomínio também tem sido alvo de roubos e arrastões, fazendo que os condôminos se tornem vítimas dessas situações. Para evitar tais ocorrências, a Folk Portaria Remota traz ao mercado uma solução perfeita que combina segurança e tecnologia. 

A solução oferecida pela Folk visa mitigar os riscos. Caso esses venham a se concretizar, uma equipe altamente capacitada estará pronta para dar uma resposta imediata ao risco, atenuando os efeitos destes.

Um exemplo prático seria um arrastão no condomínio. Como nossos porteiros trabalham remotamente e vigiam todas as entradas 24h por dia, não há risco do porteiro ser rendido. Com isso, a Folk poderá acionar a polícia local, além de disparar alarmes presentes no condomínio, giroflex e outros dispositivos de segurança. 

Continue lendo para conhecer mais sobre esse serviço.

A importância do serviço de portaria remota no condomínio 

A portaria é parte mais visada pelos assaltantes. Render o porteiro do prédio ou o morador que está entrando, ou ainda se fazer passar por um deles, são táticas comumente utilizadas por esses criminosos para adentrar os edifícios.  

Muitas vezes, a grande circulação de pessoas faz com que o porteiro se divida entre receber mercadorias, atender quem está chegando, monitorar a entrada na garagem e outras atividades que possam ocorrer ao mesmo tempo. 

Assim, é comum que certos requisitos de segurança acabem, ainda que involuntariamente, sendo negligenciados, mas que de qualquer forma compromete a segurança de todos. 

Fora isso, estima-se que mais da metade do valor do condomínio seja destinada ao pagamento de:

  • Salário; 
  • INSS; 
  • FGTS; 
  • 13º salário; 
  • Férias; 
  • Vale-refeição; 
  • Vale-transporte; 
  • Processos judiciais trabalhistas. 

Implementando o sistema da Folk Portaria Remota, o condomínio consegue reduzir custos, economizar verbas para outras necessidades e ainda coibir de modo eficaz a atuação de meliantes.  

Vamos conhecer um pouco mais? 

Experiência em oferecer portaria remota 

Em primeiro lugar é preciso que você saiba que a Folk é a maior empresa de portaria remota em Curitiba e Região. Além disso, já se faz presente em 4 estados, tendo plenas condições de expansão, uma vez que sua experiência é justamente a portaria remota. 

Sua equipe é altamente qualificada e capacitada para atuar com prontidão e agilidade tanto nas demandas diárias nos condomínios quanto em situações emergenciais. 

O atendimento prestado por essa equipe e sua empatia se constituem em um dos maiores diferenciais da empresa. É que por trás de toda tecnologia, há pessoas reais que se preocupam verdadeiramente com o bem-estar dos seus clientes. 

Isso também significa que o condomínio não terá de arcar mais com o custo de funcionários e seus respectivos encargos trabalhistas.   

Unindo tecnologia à segurança 

O uso inteligente da tecnologia oferecida pela Folk Portaria Remota é de extrema eficiência. Confira:  

  • Gravações: todas as imagens e sons são gravados por meio das câmeras posicionadas não apenas na entrada, mas ao redor do condomínio e em outras áreas previamente determinadas. O monitoramento é feito por 24 horas nos 7 dias da semana; 
  • Registro: os moradores são registrados com foto, assim como os prestadores de serviços indicados por eles. No caso de entregadores, o operador entra em contato com o morador a quem se destina o produto a fim de liberar ou não sua entrada.  Havendo uma festa, a lista de convidados deve ser encaminhada à central para que a entrada seja monitorada; 
  • Sistema Ostensivo: o condomínio receberá cerca elétrica e sensores de barreira. No caso de alguma ocorrência, um apoio tático é enviado, sirene e giroflex são acionados, bem como a polícia;  
  • Veículos: devido à tecnologia anticlonagem, os veículos podem entrar e sair de forma mais rápida e segura da garagem; 
  • Aplicativo: ao fazer download do aplicativo da Folk em seus celulares, além do controle de acesso via QR Code, as pessoas que residem no condomínio são capazes de: 
  • Enviar mensagens aos operadores;  
  • Fazer cadastros de moradores e visitantes; 
  • Reservar salão de festas e áreas de uso comum; 
  • Visualizar as câmeras de segurança em tempo real; 
  • Consultar relatórios de acesso; 
  • Acionar portas e portões; 
  • Ativar o alerta de pânico silencioso. 

Fale a verdade: você não esperava tanta eficiência, certo? Mas ainda não acabou.

Formas de controle de acesso 

O controle de acesso da Folk Portaria Remota é um verdadeiro show de tecnologia. 

  • Tag de aproximação – cada morador receberá um tag, assim como seus veículos, para entrada e saída. No momento do cadastro de prestadores de serviços, pode-se estabelecer dias e horários em que têm permissão para entrar; 
  • Senha – é um meio que não é tão escolhido pelos condôminos, mas que também pode ser usado sozinho ou em conjunto com o tag. 
  • QR Code – por meio do aplicativo, apontando-se o celular para um dispositivo, é só aguardar a liberação. 
  • Reconhecimento facial – a tecnologia se baseia em reconhecer pontos específicos do rosto do morador. Dessa forma, não há como uma pessoa se passar por outra. 
  • Biometria – o reconhecimento biométrico se dá pela identificação das impressões digitais. Como não existem duas pessoas com impressões idênticas, é um método extremamente seguro. É importante ressaltar que dois dedos terão suas digitais cadastradas: 
  • Um primeiro que permite o acesso ao condomínio de forma regular; 
  • Um segundo, denominado “dedo do pânico”, modo pelo qual o operador identifica que há algo de errado, tomando de imediato as providências cabíveis.

Benefícios oferecidos para a gestão do condomínio 

A gestão do condomínio é altamente beneficiada, pois o sistema da Folk Portaria Remota emite relatórios precisos e detalhados das ligações e acessos. 

Já mencionamos a economia com folha de pagamento, mas as vantagens vão mais além, porque outro fator relevante é que a manutenção dos equipamentos já está inclusa na mensalidade.  

Quanto ao seu funcionamento, o software avisa se ocorrer alguma falha. Em seguida, uma equipe é deslocada para o local para resolver o problema. 

Por todos esses motivos, o síndico consegue ter mais tempo disponível para dar atenção a outros problemas e resolvê-los mais rapidamente.  

Projeto personalizado 

Não é à toa que a Folk Portaria Remota é referência no mercado. Sabendo que vidas estão em jogo, independente do tamanho do condomínio, a empresa se prontifica a colaborar para que as pessoas se sintam tranquilas e seguras onde moram.  

A empresa desenha projetos personalizados, mensurando as necessidades dos condôminos bem como o budget disponível para isso, apontando melhorias e aproveitando equipamentos porventura já existentes no local. 

Ligue hoje mesmo para a Folk, tire suas dúvidas e solicite uma demonstração sem compromisso.

E fica aí uma ótima sugestão de tema para sua próxima reunião de condomínio. 

vantagens da portaria remota

Entenda quais as vantagens e desvantagens da portaria remota

portaria remota, também chamada de portaria virtual ou inteligente é uma das soluções mais modernas e efetivas para reduzir custos e aumentar a segurança em condomínios. Entretanto, sua implementação demanda algumas mudanças e adaptações. Por isso, é comum haver dúvidas sobre a viabilidade desse sistema para portaria, que só pode ser determinada após uma análise cuidadosa de suas vantagens e desvantagens. Neste artigo, serão apresentados seus pontos positivos e negativos de forma clara e concisa.   

Portaria remota – Definição e aspectos

Em primeiro lugar é preciso que síndicos, zeladores e condôminos compreendam o que é a portaria remota e suas principais características para avaliar sua adequação ao prédio. A portaria inteligente pode ser definida como um sistema remoto que visa substituir os porteiros presenciais por profissionais situados não no prédio em si, mas em uma central a distância que permite a abertura e o fechamento dos portões.

TECNOLOGIA INDISPENSÁVEL

Dessa forma, a tecnologia é indispensável para que o sistema de portaria de condomínio funcione corretamente, uma vez que a identificação de visitantes, moradores, liberação de portões e demais entradas do edifício serão feitas por meio de dispositivos eletrônicos. Para clarificar o funcionamento da portaria inteligente, vamos analisar um exemplo prático: um visitante chega ao condomínio e toca o interfone. Quem irá atendê-lo é um profissional situado não no prédio, mas na central da portaria remota. Este profissional fará as perguntas de praxe, como o nome do visitante, nome do morador e número do apartamento para o qual ele se dirige. O porteiro, então, entrará em contato com o morador via interfone ou telefone celular e informará que há alguém esperando por ele.

Entrada de visitante

Se o morador autorizar a entrada do visitante, o porteiro, remotamente, abrirá o portão do edifício para que ele entre e fará um cadastro a fim de identificá-lo. Ao fazer isso, é possível também elaborar relatórios detalhados sobre quem entra e sai do prédio. Do contrário, caso o visitante não seja autorizado ou não tenha sido possível contatar o morador, o porteiro informará a ele a impossibilidade de acessar o edifício. Logo, a única diferença é que o porteiro não estará presencialmente no edifício, porém a prestação de serviços será a mesma, uma vez que, por meio da tecnologia, ele poderá abrir e fechar os portões que dão acesso ao prédio.

Quais são mais utilizados?

Há uma série de dispositivos que podem ser utilizados com o objetivo de possibilitar a atuação da portaria remota, assim, os mais aplicados são:
  • Tag de aproximação;
  • QR code;
  • Acesso biométrico;
  • Controle de garagem;
  • Cancelas e portões automáticos;
  • Sensores de passagem;
  • Câmeras de vigilância;
  • Sistema de pânico silencioso;
  • Internet.
Assim, para o acesso a pé de moradores, basta utilizar uma das três primeiras opções listadas e aproximar do leitor a tag (uma espécie de chave eletrônica) ou QR Code (normalmente acessado via celular) ou o dedo com a digital cadastrada para liberação do portão. Já para acessar as dependências do edifício de carro, são utilizados os controles de garagem que devem estar em posse dos moradores. Logo, basta apertar um botão para abrir os portões e cancelas automáticas do estacionamento. Os sensores de passagem, por sua vez, indicam aos porteiros situados a distância que o carro entrou ou saiu do edifício, o que também pode ser controlado e visualizado através das câmeras de segurança posicionadas estrategicamente em seus acessos.

Sistema de Pânico

O sistema de pânico silencioso é utilizado em situações de emergência e tem como principal objetivo acionar a polícia e demais forças de segurança caso seja identificada alguma anormalidade no edifício, porém de forma silenciosa para evitar situações de pânico. A internet, por seu turno, é essencial para que haja a transmissão das imagens captadas em tempo real pelas câmeras, bem como para contatar os porteiros e condôminos, acessar relatórios, acionar os alarmes, dentre outras ações.

Vantagens da Portaria Remota

Tendo ciência do que é e como funciona a portaria remota, é hora de compreender as principais vantagens usufruídas ao optar por esse sistema:
  • Maior economia, pois os gastos relacionados à contratação de pessoal, pagamento de encargos trabalhistas e salários são substituídos por uma taxa única e bem mais acessível a ser paga mensalmente à empresa prestadora de serviço;
  • Mais segurança, pois não é raro que os porteiros presenciais fiquem ausentes (para ir ao banheiro ou ajudar um morador, por exemplo) ou até durmam em serviço deixando o prédio vulnerável, o que não ocorre quando a portaria é remota;
  • Mais reconhecimento ao síndico que opta por implementar essa solução, pois é possível reduzir os encargos e repassar essa economia aos moradores por meio da redução das taxas e do valor do condomínio;
  • Maior controle na entrada e saída de pessoas e mercadorias, pois todos os visitantes são devidamente cadastrados e, posteriormente, listados em relatórios minuciosos, nos quais constam seus dados pessoais, além do dia e horário de sua visita;
  • Flexibilidade, pois é possível optar pelos dispositivos e metodologia de funcionamento adequados para cada edifício. Logo, não é difícil encontrar a solução mais viável para cada contexto;
  • Manutenção preventiva e corretiva prevista em contrato, assim, caso haja alguma intercorrência ou mau funcionamento de câmeras, portões, leitores e cancelas, basta contatar a empresa prestadora de serviços para agendar os reparos;
  • Botão de pânico silencioso, que, quando acionado pelo morador, envia uma mensagem diretamente à central de portaria, que poderá identificar o ocorrido e contatar a polícia. Ademais, como o porteiro não está presente, ele não pode ser rendido.

Desvantagens do sistema de portaria remota

Agora, vamos às possíveis desvantagens do sistema de portaria remota:
  • Adaptação dos moradores, que deverão ser bem informados pelo síndico e zelador do prédio para que acostumem com o fato de que os porteiros não estarão presentes no edifício, mas situados remotamente;
  • Adaptação do edifício, que deverá receber os dispositivos para viabilizar o trabalho dos porteiros remotos, como leitores, portões automáticos, cancelas e câmeras;
  • Maior dependência da internet, por isso, é recomendado que os edifícios possuam pelo menos duas linhas de internet, pois, caso uma delas falhe, é possível utilizar a outra e assim ficar sempre conectado à rede;
  • Caso o prédio não conte com zelador, será preciso contratar esse profissional, pois a portaria inteligente demanda um posicionamento mais ativo por parte dele, que deverá, por exemplo, acompanhar o recebimento de pacotes e encomendas;
  • Custos relacionados à rescisão de porteiros pré-contratados, já que será preciso dispensar esses profissionais e arcar com os encargos trabalhistas ligados ao processo de demissão sem justa causa.

É importante saber

Para que a implementação do sistema de portaria inteligente seja feita da melhor maneira possível, é essencial que haja uma boa comunicação entre o síndico e os moradores do edifício, pois estes devem ter total ciência de seu funcionamento, vantagens e desvantagens. Além disso, é preciso ter em mente que, apesar de não haver um porteiro presencial, há profissionais de carne e osso sempre prontos a atender os moradores e responsáveis pelo edifício, logo, não se está lidando apenas com “máquinas”, mas com pessoas reais. Por fim, é preciso optar por uma empresa experiente e bem estruturada para fornecer esse tipo de serviço, como a Folk Portaria Remota, a maior e mais especializada empresa de portaria inteligente. Hoje, a Folk Portaria Remota atende toda a região de Curitiba e cidades do entorno, além de Balneário Camboriú, mas seu objetivo é expandir as atividades para todas as regiões do Brasil, uma vez que ela possui excelente infraestrutura e profissionais treinados para sua aplicação.
qual a diferença entre portaria remota e virtual

Entenda a diferença entre portaria remota e portaria virtual

A garantia de segurança nos condomínios e a diminuição dos gastos operacionais têm feito com que a procura por novas tecnologias aumente. A portaria remota e a portaria virtual são exemplos dessas tecnologias. No entanto, além dos fatores de segurança e redução dos custos, a inovação contribui para a modernização do condomínio, que começa a seguir o desenvolvimento do setor imobiliário ao adotar as novas técnicas. Todavia, uma das dúvidas de síndicos e moradores é a respeito de qual a melhor solução para o condomínio deles, levando em conta que assaltos e furtos em prédios residenciais ocorrem devido a falhas humanas. A introdução de soluções tecnológicas para garantir a segurança dos condomínios está se tornando uma realidade e diante de tantas alternativas, é preciso saber qual é a mais adequada para o seu prédio. Os conceitos de portaria remota e virtual serão explicados detalhadamente no decorrer deste texto.

 O que é portaria remota e virtual?

Em primeiro lugar, ter mais informações sobre as inovações presentes no mercado de segurança para condomínios é essencial para dificultar atos criminosos e proteger as pessoas que moram no prédio. Por essa razão, antes de optar por qual tecnologia adotar, é essencial analisar todos os pontos, desde os gastos até as vantagens e desvantagens. contudo na organização do planejamento financeiro, é importante que o síndico observe os custos relacionados à necessidade de se manter profissionais de forma presencial. A quantia relacionada a encargos trabalhistas sobrecarrega o orçamento, pois, para a portaria presencial funcionar integralmente, é preciso ter de três a cinco funcionários. Sabendo o gasto atual, o síndico pode fazer a comparação com os custos da implementação de novas técnicas e verificar os pontos positivos que cada uma delas oferece. As novas tecnologias de segurança condominial envolvam o uso de automação na portaria, há algumas diferenças entre a remota e a virtual. O termo virtual, no que diz respeito à portaria, começou a ser usado pelas primeiras empresas a prestarem os serviços de controle de acesso e monitoramento por operador remoto. Em síntese, esse serviço foi resultado dos avanços de softwares e hardwares de segurança. Com o tempo, um trabalho semelhante a essa portaria surgiu, só que restrito ao controle de câmeras e alarmes. Além disso, alguns serviços deixavam o acesso ao condomínio a cargo dos moradores. Em suma, surgiram duas classificações dessa portaria: a virtual passiva e a virtual ativa. A virtual passiva não conta com gestão de acesso ou operadores remotos. Apenas funciona de forma automática e sem funcionários. A virtual ativa, também chamada de portaria remota, controla o acesso à distância, tem operadores remotos e monitoramento 24h.  

Como essas novas tecnologias funcionam?

Assim como a portaria remota, a virtual surgiu com um conceito simples: substituir os funcionários por agentes que, remotamente, controlarão o acesso ao condomínio, monitorando-o 24h por meio de internet e câmeras. Assim, com o desenvolvimento da tecnologia e da internet, essas inovações têm as condições essenciais para garantir a segurança em portaria de condomínios. Todavia, Isso resultou em mais efetividade e fortaleceu o sistema, fazendo com que ele se tornasse acessível aos prédios. No entanto, há algumas ferramentas que auxiliam um sistema de portaria, a fim de que ele realize a sua função plenamente:
  • Biometria, tags ou apps: usados para a entrada e saída de condôminos, permitem que os portões sejam acionados por digital, cartões, tags ou aplicativos com QR code;
  • Sistema de telefonia ou internet com redundância: como todo o contato entre condomínio e empresa é feito por meio da internet, é interessante ter uma alternativa caso haja problemas com a conexão;
  • Sistema de nobreak: é preciso ter um gerador ou nobreak para equipamentos de segurança e portões caso aconteçam quedas de energia;
  • Backup das imagens: com isso, se for necessário fazer alguma verificação, as imagens do cotidiano do prédio estarão armazenadas;
  • Acesso remoto aos portões: a falta disso impossibilita que o operador abra e feche garagens ou portões a distância;
  • Botão de pânico: nada mais é do que uma forma rápida de entrar em contato com a empresa, para que, havendo necessidade, ela acione a polícia. O morador pode pedir auxílio por meio da biometria cadastrada;
  • Câmeras IP’s: transmitem sons e imagens por meio da internet, facilitando o contato do condômino ou do visitante com o operador.

Processo de adaptação

Tudo o que é novo precisa de um tempo para ser introduzido, a fim de que as pessoas se acostumem com as transformações. Com essas novas formas de portaria não é diferente. Inegavelmente, adaptação do condomínio aos novos sistemas está ligada ao público e aos motivos que fizeram com que os moradores do prédio buscassem por essa alternativa. Se os condomínios forem divididos em algumas categorias, como construções novas e antigas, fica mais fácil de entender como se dá esse processo. Se houver pessoas que moram há muito tempo num condomínio que já é antigo, alguns fatores irão interferir na adaptação. Sobretudo, a relação de amizade entre os moradores e os porteiros, assim como a ideia de que o emprego de alguém está sendo tirado são itens que dificultam a aceitação das pessoas. Por outro lado, em construções novas, a adaptação acontece de forma rápida, mesmo porque, como o prédio é recente, as pessoas ficam mais abertas às novidades.

Benefícios proporcionados pelo serviço

Dentre as muitas vantagens que a automação na portaria oferece, é possível destacar segurança, economia, manutenção preventiva e corretiva, controle de prestadores de serviço e redução do passivo trabalhista. Primeiramente, o atendente remoto só permite a entrada de pessoas depois da devida identificação e permissão do morador. Como não é preciso ter tantos funcionários, há a diminuição dos custos. Contudo a utilização de equipamentos de controle de acesso e portões é frequente, as empresas têm que fazer manutenção. A entrada de prestadores é facilmente controlada e, já que a portaria não é mais administrada pelo condomínio, e sim por uma empresa, o síndico não precisa se preocupar com atrasos e faltas de funcionários.

Conheça o serviço da Folk Portaria Remota

O planejamento é essencial no caminho para aderir a uma portaria inteligente, assim como uma empresa pronta para oferecer o melhor serviço nesse segmento. A Folk Portaria Remota é especializada em portaria remota, preza pelo atendimento de qualidade e procura suprir as necessidades de cada condomínio. Sensor de dupla passagem veicular, ligação da central direta com o interfone do condômino, atendimento emergencial 24h e registro de visitantes com foto são alguns dos diferenciais da Folk. Por isso, se estiver pensando em melhorar a gestão do condomínio, conte com a empresa certa para que você tenha todas as vantagens dessa inovação.